quarta-feira, 3 de agosto de 2011

AS CARACTERÍSTICAS DO AMOR DEUS

Preguei este sermão num dos cultos evangelísticos de nossa igreja. Que Deus o abençoe por meio dele:
Eu estou muito feliz pois o Espírito Santo me moveu a pregar nesta noite sobre o versículo da bíblia mais conhecido e mais amado pelos crentes de todos os tempos. É um pequeno versículo que recitado rapidamente descreve tudo que Deus queria dizer à humanidade. Martinho Lutero chamou João 3:16 de “o evangelho em miniatura”. Recite comigo este texto: Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
É possível que eu esteja falando com pessoas que estejam carentes de amor. É possível que eu esteja falando com Mulheres que dizem: meus filhos não me amam. É possível que eu esteja falando com Maridos que dizem: Minha esposa está fria comigo. É possível que eu esteja falando com Funcionários que dizem: meu patrão não me valoriza. É possível que eu esteja falando com Filhos que dizem: Meus pais sequer lembraram do meu aniversário. É possível que eu esteja falando com Senhores e senhoras idosas que dizem: Sacrifiquei tanto pelos filhos hoje sequer vêm me ver... É possível que eu esteja falando com Adolescentes e Jovens, que dizem: Sou uma pessoa insignificante, não faço falta ao mundo.
Uma das experiências mais traumáticas do meu ministério foi aconselhar uma família cuja filha adolescente pensava assim e deu tiro na cabeça. Eu quero dizer para você que todos esses sentimentos que nos amarguram, que nos decepcionam, que fazem a nossa vida se tornar azeda, cruel, se desfazem se desfazem quando nós paramos de olhar para a terra, levantamos a nossa cabeça e olhamos para o céu e meditamos em uma única frase: Porque Deus amou o mundo de tal maneira....
Willian Hendriksen assim afirmou: “Pegue todas as virtudes humanas e elevem as mesma ao seu mais alto grau. Agora, entenda que, por mais elevado e maravilhoso que seja o quadro resultante, ele não é nada mais do que uma sombra, comparado com amor-vida que existe eternamente no coração daquele cujo nome é amor”. Hendriksen quer dizer que por mais que você entenda de amor, você sequer chegará aos pés do amor de Deus. É isso que João quer dizer ao escrever: Porque Deus amou o mundo de tal maneira... Não há palavras para medir, para quantificar, para descrever o amor desse Deus.
Por isso eu quero me embrenhar com você nesse tema nessa noite: o amor de Deus. E eu quero rapidamente analisar algumas características desse amor. Em primeiro lugar:

1- O AMOR DE DEUS É UM AMOR SEM RESTRIÇÕES, SEM ACEPÇÃO. É UM AMOR AMPLO, LARGO, INTERNACIONAL, UNIVERSAL
João diz: porque Deus amou AO MUNDO. Quando João fala de mundo está em foco pessoas sem afeição natural, pessoas más, pessoas de índole ruim, arroz de terceira, GENTE QUE TEM VENENO DE ESCORPIÃO NA NATUREZA... O texto no informa que Deus ama a “escória;” que seu amor não discrimina ninguém. Seu amor não é direcionado a somente um grupo específico de pessoas; seu amor é largo, extenso, é sem restrições, sem limites, sem acepção.
Em João 13:1 está escrito que Jesus “tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim”. Aleluia. Jesus amou Tiago e João, preconceituosos e insensíveis, que pediram que o Senhor lançasse fogo e queimasse a aldeia dos samaritanos (Lc. 9:52). O senhor amou a mulher de Zebedeu (tinha sede de poder) pediu que seus filhinhos se assentassem um à direita e outro à esquerda (Mt. 20:20-18). O senhor amou o instável Pedro que negou 3 vezes o senhor, depois de ter dito que se todos os abandonassem o senhor, ele não o faria jamais. O senhor amou a multidão que o renegou, dizendo: crucifica-o. As últimas palavras do mestre foram: Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem...
POr que ele fez tudo isso? Porque o seu amor é sem restrições, é largo, é sem acepção. Ele ama porque sua natureza é amor.
Você ama um Fernandinho beira Mar; um Elias Maluco... Um homem como o popular “Maníaco do Parque” que estuprou e esquartejou pelo menos 13 mulheres? O amor de Deus não discrimina nem mesmo essas pessoas. É isso que João quer dizer ao falar que Deus amou o mundo de tal maneira. Vejamos mais uma característica do amor de Deus. Em segundo lugar, Deu amou mundo de tal maneira por que:

2- O AMOR DE DEUS É UM AMOR QUE VAI AOS EXTREMOS – É UM AMOR QUE SE SACRIFICA
Observe que João diz: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira QUE DEU O SEU FILHO UNIGÊNITO...”. É aqui que o amor de Deus escandaliza muitas pessoas e deixa os estudiosos da bíblia perplexos. Há um hino antigo que diz: meu Deus, que amor, meu Deus que imenso amor....
O amor de Deus vai a extremos em favor desse mundo, ele se sacrifica em favor desse mundo. Diz o texto Deus amou dando o seu filho unigênito. O filho unigênito é o filho único. Deus só possuía um filho. E ele não pensou duas vezes em sacrificar esse único filho em favor do mundo. O melhor que ele tinha para dar, o que de mais preciosos tinha para dar, ele deu, o seu filho; o seu único filho. É o amor que se doa. Que se traduz em ação em ação sacrificial. Os estudiosos da bíblia dizem que nenhum sacrifício foi grande demais para se Deus; ele é um Deus que vai aos extremos em favor de quem sequer merece o seu amor.
Certo presbítero, Dr. Enéas Cabral, pregando numa igreja que pastoreei em Belo Horizonte exclamou: Ou Deus estava louco, ou ele nos ama prá valer...
Pense comigo, meu dileto ouvinte: Deus poderia demonstrar seu amor, como demonstrou ao nos criar. Deus poderia demonstrar seu amor, como demonstrou ao prover o nosso sustento diário, como o faz. Desde cedo nós aprendemos a reconhecer isso: O pão nosso de cada dia nos daí hoje. Deus poderia demonstrar seu amor por nós, como de fato demonstrou ao GOVERNAR A NOSSA VIDA. Você pode até não acreditar mas é Ele (Deus) quem ao provê condições de vida sobre a terra. É ele quem faz o sol nascer e se pôr. É ele quem nos dá 24 horas por dia, é ele quem nos dá respiração, a força e tudo mais. É ele quem dá as estações do ano, a chuva sobre aterra. É ele quem administra todas as coisas de maneira que você dirige por essas estradas, sai de casa à noite, deixa sua casa e a fecha e nada de ruim acontece. Você sabe os milhares de raios nocivos caem sobre a terra todo dia, quantos vírus estão soltos pelo ar, quantos cometas, asteróides, e meteoritos, cruzam todo dia sobre a nossa cabeça?
Será que tudo isso não é suficiente prova do amor de Deus? É lógico que é! Mas, apesar de tudo isso, a bíblia afirma que Deus não pensou duas vezes quando foi necessário nos amar um pouco mais. Ele poderia dizer: Chega, eu já vos amei demais... Mas, é assim nos escreve o Apóstolo Paulo: Porque Cristo, quando nós ainda éramos fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Dificilmente, alguém morreria por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém se anime a morrer. Mas Deusa prova o seu amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores (Rm 5:6-8).
O amor de Deus é Sacrificial. Imaginem se seqüestrassem Fernadinho Beira Mar e cobrassem 100.000 reais pelo resgate. Você daria?Você venderia sua casa para pagar pela vida de Beira Mar, ou você diria: Mate logo, será uma escória a menos. Nossa vida estará melhor sem ele. E, se você resolvesse pagar e o bandido mudasse de história: “Não quero mais o dinheiro, quero seu filho, seu único filho. Uma vida r outra!” Você daria?
Pois, foi exatamente isso que Deus fez. Tendo ele somente um filho; ele o deu. Lebra-se do que comentei no início, citando Willian Hendricssen? “Pegue todas as virtudes humanas e elevem as mesma ao seu mais alto grau. Agora, entenda que, por mais elevado e maravilhoso que seja o quadro resultante, ele não é nada mais do que uma sombra, comparado com amor-vida que existe eternamente no coração daquele cujo nome é amor”. Lembra do comentário citado anteriormente quando eu pastoreava em Belo Horizonte? Ou Deus estava louco, doido, ou ele nos ama demais da conta. Aleluia.
Porque Deus amou ao mundo de tal maneira... 1- O amor de Deus é um amor que ama sem limites, é internacional; 2- O amor de Deus é um amor que vai a extremos; ama sacrificialmente.
Mas, vejamos ainda uma terceira característica do amor de Deus. Em terceiro lugar Deu amou mundo de tal maneira....

3- O AMOR DE DEUS É UM AMOR QUE INTERVÉM NA HISTÓRIA DO MUNDO (QUE MUDA O RUMO, A DIREÇÃO DO MUNDO)
Observe que João diz: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito para que todo o que nele crer NÃO PEREÇA MAS TENHA A VIDA ETERNA. Observe que o amor de Deus demonstrado na doação de seu Filho Unigênito entra como um remédio contra um mal. Deus se envolve com a história do mundo; o texto que Deus amou ao mundo de tal maneira quer deu o sei Filho Unigênito PARA QUE. Há um propósito.
Deus intervém objetivamente na história do mundo. No momento que trouxeram Cristo a Herodes, ele (Herodes) analisa, julga e não encontra nada que desabonasse a Jesus. Ele (Herodes) tinha poder para intervir na história, mas, permanece na omissão; prefere não se envolver. Herodes permanece na “zona de conforto”. Trás a bacia e lava as mãos...
Com Deus não é assim, pois, o seu amor, O AMOR DE Deus não é um amor omisso, é um amor “intervencional”. Ou seja, é um amor que intervém na história do mundo. Mundo aqui transmite a idéia de pessoas cuja índole é má. Pessoas que querem seguir o seu próprio caminho e, se seguirem este caminho estão seguindo para o abismo. A bíblia diz: Há caminho que ao homem parece direito, mas, ao final é caminho de morte!
O salmista nos diz assim no Salmo 7:12,13: “Se o homem não se converte, afiará Deus a sua espada; já armou o arco, tem-no pronto; para ele já reparou instrumentos de morte, preparou setas inflamadas”. Já o profeta Isaías (53:6) pinta o quadro do mundo da seguinte forma: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu próprio caminho...”.
O mundo caminhando para o abismo; estaria completamente banido da presença abençoadora de Deus; estaria debaixo da ira eterna de Deus. Mas como Deus intervém, como Deus "não lava as mãos"; como Deus, por seu amor em nosso Senhor Jesus Cristo se envolve e muda o rumo, muda a direção da nossa história, o profeta Isaías diz assim: Certamente ele tomou sobre si as nossas iniqüidades, o castigo que nos trás a paz estava sobre ele e pelas suas pisaduras somos sardos. Aleluia!!
Com a morte de Cristo, Deus interviu na nossa história e mudou a direção do nosso destino, que era o inferno; agora é o céu. Deus amou... para que todo o nele crer não pereça,mas tenha a vida eterna. Em Romanos 7:24,25, Paulo bradou: “Desventurado homem que sou, quem me livrará do corpo dessa morte?” Ele olha para o amor de Deus em Cristo Jesus e brada com júbilo: “Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor”. Depois ele inicia Romanos 8:1 dizendo: Agora pois, já nenhuma condenação há para aqueles que estão em Cristo Jesus. Depois no capítulo 15:54-57 da Primeira carta aos Coríntios, Paulo exalta a Deus e, como que olhando a morte eterna de frente, a humilha: “Tragada foi a morte pela vitória... Onde está ó morte a tua vitória, onde está, ó morte, o teu aguilhão?... Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo”.
Resumindo, Deus amou ao mundo de tal maneira por que:
 O Amor de Deus é Sem restrição, sem acepção, internacional, universal
 O amor de Deus vai a extremos age sacrificialmente
 O amor de Deus não é omisso, ele intervém; ele muda o destino da nossa história
Eu quero encerrar lendo para você um pensamento que dizem está escrito na fachada de um templo em Lubeck, Alemanha. Dizem que assim está escrito:
Você me chama Mestre, mas não me obedece
Você me chama Luz, mas e não me vê
Você me chama Caminho, mas não anda por mim
Você me chama Vida, mas e não me deseja
Você me chama Sábio, mas e não me segue
Você me chama Belo, mas não me ama
Você me chama Rico, mas não me pede
Você me chama Eterno, mas não me procura
Você me chama Gracioso, mas não confia em mim
Você me chama Nobre, mas não me serve
Você me chama Poderoso, mas não me honra
Você me chama Justo, mas não temes.
Se, pois, eu te condenar, não me censures. Jesus Cristo
Receba hoje agora como Salvador e Senhor a Jesus Cristo. Ele te espera de braços abertos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário